Lençóis Maranhenses

Não existe nada comparável aos fascinantes Lençóis Maranhenses. O Pólo Parque dos Lençóis, situado no litoral oriental do Maranhão, envolve os municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas, este último sendo o principal portão de entrada para esta fantástica beleza natural.

hoteis-pousadas-resorts
Hotéis, pousadas e resorts

Relação de Hotéis, Pousadas e Resorts nos Lençóis Maranhenses

 

mala_viagem
Dicas

O que levar? Onde ir? Quais passeios não posso perder?

 


Agências de Turismo

Agências para passeios de jipe, barcos, caminhadas, restaurantes e compras

 

Guia Rápido dos Lençóis Maranhenses

  • Qual é a melhor época para visitar os Lençóis Maranhenses?
    Qual é a melhor época para visitar os lençóis maranhenses? Existe mesmo uma época correta para se visitar os Lençóis Maranhenses? Existe sim um perído mais favorável!Durante todo o ano é possível visitar os lençóis maranhenses e encontrar lagoas para se banhar mas, como as lagoas se formam com o acúmulo da água da chuva, a falta de chuvas pode esvaziar algumas das lagoas dependendo do período do ano.Chove durante todo o primeiro semestre, de dezembro a junho, e as chuvas costumam terminar pouco antes do início das festas juninas, que inauguram o início da alta temporada no Maranhão.
  • Quanto tempo ficar?
    Existem dezenas de atrações no Parque dos Lençóis, para conhecer todas podem ser precisos até 7 dias de estadia, não se limite às principais lagoas, se quer mesmo aproveitar a viagem, faça todos os passeios, procure uma agência de passeios e aproveite!Mas se você tem pouco tempo, 2 dias são suficientes para conhecer o básico, como as duas lagoas Azul e Bonita.
  • Como chegar nos Lençóis Maranhenses?
    O acesso é realizado por via terrestre pela BR 135, por via Marítima, entrando no canal do Rio Preguiças em Atins e por via Fluvial, a partir de Barreirinhas, através do Rio Preguiças.Por via terrestre, saindo de São Luis, a capital do estado, percorre-se 58 Km até Rosário, e a partir daí mais 22 Km até Morros e 162 Km até Barreirinhas, cruzando-se o trevo para Humberto de Campos.Por via fluvial, adentra-se através do mesmo Rio Preguiças, a partir de Barreirinhas, onde se pode chegar até Atins, no qual existe uma sede administrativa.
  • O que levar?
    O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é um lugar onde você terá contato direto com uma natureza original e quente. Portanto, nem pense em trazer roupas pesadas.- Somente shorts, camisetas, sandálias, chapéu/boné e roupa de banho.- Repelente, óculos escuros e protetor solar não podem ser esquecidos de colocar na bagagem.
Summary
Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses
Article Name
Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses
Description
Não existe nada comparável aos Lençóis Maranhenses. O Parque dos Lençóis, situado no Maranhão, envolve os municípios de Humberto de Campos, Primeira Cruz, Santo Amaro e Barreirinhas, este último sendo o principal acesso a este paraíso.
Author
Publisher Name
parquelencois.com.br
Publisher Logo

34 ideias sobre “Lençóis Maranhenses

  1. joao castro

    E ae galera,,,,,
    Fui no dia 11/06, iniciando a travessia dia 12/06 e chegando a Santo Amaro dia 16/06… Há várias maneiras de fazer esse passeio, de quadriculo, de moto e também a pé, quem já tem costume de acampar e tem tempo de sobra pode até fazer sozinho com auxílio de bússola ou do WIKILOK. (No aplicativo já tem diversos mapas então dá pra se situar) qual a diferença do guia: com o guia você atravessa as lagoas e com o guia vc corta caminho, o guia Joel é nativo então conhece muito bem a quem não tem experiência com aventuras pesada contratate o guia)… reitero recomendo a travessia para quem está disposto a se aventurar pq além do percuso se faz necessário apreciar o local.
    Recomendo o guia JOEL(bodinho) cel e whats – 98 8749-0847.
    Se o mesmo demorar a responder é pq ele pode estar nas dunas e lá não pega celular nenhum, com ressalvas da claro e ou da vivo nas duas mais altas… apenas sinal de telefone…
    Quando sai de Brasília sai com pensamento de fazer só pq não tinha dinheiro para pagar o guia, mas fui muito desencorajado em Barreirinhas não tive nenhuma decepção em contratar o guia… o Joel é fera… apesar de simples ele é um cara de coração grande e faz o passei além de ser bonito ser um passeio prazeroso sem dar grandes voltas…. (Conselho e dica valiosa não feche contrato com irmão do joel e sim com o próprio JOEL). Como sai de SLZ no aero mais ou menos 15:30 (paguei 60 reais, não vou recomendar a van pq além de ter sido lento, o motorista era meio barbeiro, mas o preço é esse mesmo) consegui chegar em Barreirinhas quase as 19:00.
    Cheguei em Barreirinhas e fiquei no hostel da Julia…. Ótimo e organizado (paguei 50). Lembrando que a van faz uma parada para o lanche, a noite andei pela cidade que não é barata por culpa do grande fluxo de gringos assim os preços são RELATIVAMENTE caros… lanchei no JÂNIO, dogão mesmo. Depois procurei saber sobre a ida para canto do atins…. as agencias são totalmente abusivas, chegam a cobrar 120 reais para você ir de lancha (voadeira) até Atins, eu consegui conversando ir em barcos de pescadores… paguei 20 reais… mas há um barco grande que vai para la por 30 reais…
    chegando consegui um quadriculo para ir até canto do Atins… paguei pq um guia nesse trajeto me custaria o mesmo valor 50 reais.. Preferi ir de quadriculo mesmo.
    Canto do atins a comida é cara, a estadia é 35 (no redário mas tem quartos por 120 reais) … agora se você conversar pode arrumar algum lanche por 15 reais.. eu consegui rachar um frango de 60 reais… (se você fora de casal ou dupla compensa sempre rachar as alimentações em todo percurso e povoados… pq o pessoal exagera na porção, dá até pra três pessoas fácil.).
    leve bastante lanche e poucas coisas na mochila, no máximo duas mudas de roupas, você pode lavar também pq seca rápido… carregar pouco peso é importante… agua vende nos povoados o ideal é levar um refil de mochila de hidratação…de canto do atins até baixa grande é puxado… logo se a pessoa tem problemas de saúde , joelho podre, pé podre não vá. De canto do atins até baixa grande são 30 km + ou -, tem gente que diz 26 e tem gente que diz 32km eu tenho uma noção que andei exatos 30 kms.
    Baixa Grande tem restaurante e o redário, os preços são meios que tabelados, cada refeição ira te custar 35 reais, 1.5L de agua por 10-8 reais, o pernoite é 35 também.
    De Baixa Grande até Queimada dos Britos é lindo, fora que o povoado é bem banhado por uma lagoa esse percurso da uns 12-14km. tem restaurante e o redário, os preços são tabelados, cada refeição ira te custar 35 reais, 1.5L de agua por 10-8 reais, o pernoite é 35 também. ACHO IMPORTANTE FAZER AMIZADES COM A POPULAÇÃO EM GERAL, OUVIR SUAS HISTÓRIAS E O QUE ELA TEM A CONTAR… ALÉM DE APRENDIZADO ISSO TBM TE AJUDA A APRECIAR O PASSEIO.
    De Queimada dos Britos até Bethânia (Vulgo “Pau Seco” caso você faça amizade lá eles te contaram porque mudou o nome), são uns 15kms no max… um percurso bom e rápido. Pra chegar lá você terá que pegar um barco pra travessar o Rio Alegre é barato 10 reais já incluso um passeio no fim de tarde… Betânia já tem energia elétrica, todos os outros dependem de energia elétrica. Os moradores dos povoados tem comunicação pq tem antenas especiais a qual só eles têm acesso então caso precise de um resgate, eles podem pedir…. o povoado de Bethânia já é bem estruturado o pôr do sol é lindo… como de todo o parque…
    Bethânia tem também restaurante e o redário, os preços são meios que tabelados, cada refeição ira te custar 35 reais, 1.5L de agua por 10-8 reais, o pernoite é 35 também. Nesse povoado você vai encontrar mais coisas pra comprar e comer…. e preços mais variados.. procure a SELMA dona do restaurante.
    De Bethânia para Santo amaro são 10 kms tome bastante banho. Pq em santo amaro o passeio acaba… recomendo a pousada dos cajuzeiros… aonde apesar da comida não ser barata, é deliciosa e farta… foram super atenciosos com o grupo do Joel e permitiu que trocássemos de roupa, tomássemos banho antes de ir pra São Luís… cerca de 60 reais pra ir de santo amaro até são Luis.
    Recomendações: protetor solar de boa marca e forte 60 pra cima… camisa e chapéus co m proteção UV. A areai em sim não é quente, dá pra fazer de chinelo eu fiz de chinelo,, tem gente que faz de meia, tênis é impossível pq vc vai molhar ….
    Leve dinheiro a mais… se vc se planejou para gastar 1000, leve 1200 (um exemplo) pq nessa região, bancos só em barreirinhas….
    Esteja sempre disposto, leve gel, spray, remédios pra dor… talvez você possa precisar…
    O lugar é bem seguro então o único cuidado que vc deve ter é em não deixar suas coisas caírem no meio do caminho pq as dunas cobrem as coisas rápido…
    O passeio é lindo então aproveito o nascer, o por do sol… tudo… pq é lindo de mais.
    PS: época boa é de maio a junho…

    Responder
    1. Luciano Pinheiro

      Cara, gostei do seu relato. Foi uma experiência bem diferente da q fiz. Fui só nos passeios das agências mesmo. Nem lembro quanto foi (lá em 2015).

      Responder
  2. Valéria

    Olá!

    Estou com muita dificuldade de encontrar transporte de Barreirinhas para Santo Amaro aos finais de semana. Vocês teriam informação?
    Ou ainda uma agência que faça passeios regulares Barreirinhas/Santo Amaro. Obrigada

    Responder
  3. Gabriela

    Olá minhas ferias sao em Abril, vi que chove bem nesse mês sera que corro o risco de pegar muita chuva e não conseguir fazer os passeios??

    Responder
  4. juliereisjj@gmail.com

    sou gestante em visitarei o parque em dezembro, terei q fazer longas caminhadas até a primeira logoa, não pretendo ir muito longe, existe tb a possibilidade de algum meio de transporte la dentro?ex:( 4×4)

    Responder
    1. Lençóis Maranhenses

      Oi, bom dia Srª Julie.
      A entrada de veículos automotores são proibidos e infelizmente como dezembro é um periodo em que as principais lagoas estão secas, creio que a caminhada aumente um pouco. Se for o caso, recomendo que visite o parque mas fique na parte inicial da primeira duna e deixa para aproveitar o passeio pelo Rio Preguiças que também tem dunas e é lindo em qualquer época do ano.
      boa viagem.

      Responder
  5. Wilkson Rodrigues

    Gostaria de saber se pra fazer a visitação por conta própria aos lençóis maranhenses e preciso ter alguma autorização?
    Se for preciso quais medidas devem obter para adquirir a autorização?

    Responder
    1. Lençóis Maranhenses

      Oi, bom dia… Hoje temos a regulamentação do voucher único na cidade aonde a contratação do serviço só poderá ser feito por uma agencia credenciada já que é necessário o documento e o veiculo para esse serviço.
      Qualquer duvida estamos a disposição.

      Responder
  6. Sayonara

    Por favor ,somos de Minas Gerais,eu e minha família vamos em novembro e gostaria de saber se é um bom período,devemos ficar uns quatro dias ,o que podemos fazer,onde hospedar,essas informações básicas para quem quer muito se divertir. Obrigado.

    Responder
  7. Saulo Silveira

    Eu, esposa e amigos fomos em Outubro de 2016. As principais lagoas estavam todas vazias, porém visitamos algumas mais distantes que estavam perfeitas… foram 07 dias de passeios… O mais legal foi o passeio de quadriciclo saindo de Barreirinhas e indo para a península de caburé. Lá temos mar (bem bravo, porém raso), rio (sem correnteza e muito gostoso) e um ótimo restaurante (não muito caro). Quando agendamos a viagem para Outubro, sabíamos que as lagoas não estariam com água, mas fomos mesmo assim e digo, voltaria tranquilamente… Aproveitamos lagoas (mesmo distantes), Rio Alegre (o melhor), Rio Preguiças, Mar, etc… Acredito ser um dos lugares mais bonitos do mundo…

    Responder
    1. Luciano Pinheiro

      Fui no fim de setembro de 2015. As lagoas ainda estavam cheias. Pretendo ir novamente neste feriado de 7 de setembro (mas tá tudo lotado já). talvez vá, talvez não. O ideal é, dizem, julho. Mas em setembro as lagoas ainda estarão cheias. Dá pra aproveitar bem.

      Responder
  8. Valeria Cruz

    Alguém poderia me indicar uma ótima agência de viagens pra me ajudar com o pacotes para Lençóis e me indicar um hotel próximo do parque ?

    Agradeço desde já.

    Responder
    1. Luciano Pinheiro

      Fique em Barreirinhas. É uma cidade minúscula. Assimq vc descer do ônibus, vai estar cheio de gente vendendo passeio. No hotel também. A impressão q tive quando fui é q o pessoal não liga muito pra quem vai fazer o passeio. O nosso guia/vendedor achava uma vaga em alguma agência e nos jogava lá. E eu via o pessoal conversando. Cada motorista/ajudante trabalha numas 3 ou 4 agências.
      Acho q dificilmente a agência vai vender um passeio operado por ela mesma.

      Responder
  9. cleo

    Ola, soube que esse ano choveu muito e ainda chove na região dos lençóis, mais que nos últimos 5 anos. Tenho planos de ir no começo de setembro, vou passar 2 semanas no Brasil e queria aproveitar pra conhecer esse paraíso, mas quero muito que valha a pena…queria saber as probabilidades das lagoas ainda estarem ao menos meio cheias visto o volume de chuvas desse ano. Obrigada

    Responder
  10. elaine

    Olá,pretendo conhecer os tençoes maranhenses agora em julho, porem não consegui identificar se tenho acesso a partir de Barreirinhas somente pelo rio preguiça, ou se é feito por estradas?

    Responder
  11. Lina Guimarães Bezerra

    Boa tarde.
    Quando será a próxima atualização?
    Como o feriado de carnaval se aproxima, seria muito importante a informação se as lagoas que estavam secas já estão enchendo ou pelo menos com um volume baixo.
    Obrigada.

    Responder
    1. Eumesmo

      Não faça isso. Ja que esta indo…fique ao menos dois dias! Um dia para conhecer os lençois e no outro para fazer um passeio pelo Rio Preguiças. Ai vc conhece Vassouras, Mandacarú, Farol preguiças… a fox do rio preguiças…tudo muito lindo. Vá sim… mas por dois dias ao menos!

      Responder
  12. Dalva Rodrigues

    Para fechar com chave de ouro esse passeio maravilhoso, indico almoçar ou jantar no Restaurante Bela Vista! Comida muito boa, lugar super agradável à beira do rio, preço justo e um ótimo atendimento!

    Responder

Comentários sobre os Lençóis Maranhenses